Como o silício negro pode revolucionar a indústria fotovoltaica!

O silício negro é uma das maiores descobertas tecnológicas de todos os tempos. Ele possui grandes aplicações em diversos ramos industriais.

O curioso é que este material foi descoberto de forma praticamente acidental. Uma turma de estudos universitária estava avaliando como o silício se comporta diante da incidência de um feixe concentrado de luz.

Para realizar o estudo foi utilizado um laser com um feixe luminoso tão forte quanto o sol e a partir daí surgiu o silício negro.

O que é o silício negro?

O silício negro é o próprio silício após receber o tratamento com um feixe de laser concentrado. 

Os estudantes notaram que o feixe de laser modifica a coloração e a estrutura do silício, fazendo com que a superfície do material fosse coberta por pequenos picos cristalizados.

O material sofreu grandes alterações, mas os efeitos foram mais surpreendentes do visual. O silício negro é capaz de alcançar níveis de eficiência energética que ultrapassam os 100% de eficiência.

Mas o que torna o silício negro tão diferente da versão natural?

A principal diferença está na forma como o material reage à luz. Vamos entender como ele funciona e como reage à luz.

Como o silício negro funciona?

Os picos cristalinos presentes na superfície do silício negro fazem com que a luz seja totalmente absorvida pelo material, ou seja, ele não reflete a luz garantindo um aproveitamento de 100% da luz que é projetada sobre ele.

Uma característica deste material é que além de absorver a radiação luminosa o material também absorve o calor e o converte em energia, de forma que a sua eficiência ultrapassa a faixa dos 100%.

Alguns painéis solares desenvolvidos com silício negro chegam a apresentar uma eficiência de 130%.

Silício negro

Aplicações que podem revolucionar a indústria

Graças a suas características únicas o material tem potencial para revolucionar a indústria de diversas maneiras.

Muitas pessoas acreditam que com a ajuda do silício negro a energia solar pode facilmente se tornar a maior fonte de energia aproveitada pela humanidade, eliminando totalmente a necessidade de fontes de energia não renováveis. 

Além disso, alguns estudos apontam que o material pode contribuir para a reversão do aquecimento atmosférico, tendo em vista que ele absorve o calor e o converte em eletricidade.

Em teoria o material até poderia contribuir para o resfriamento global. As aplicações são infinitas, mas vamos dar atenção às aplicações na produção de energia solar e de materiais de comunicação.

Energia solar

Hoje em dia os painéis solares comerciais mais eficientes se limitam a uma eficiência de 30%, tendo em vista que o silício natural reflete uma grande quantidade de luz.

Os painéis solares de silício negro podem tornar o uso da energia solar fotovoltaica ainda mais vantajoso.

Com essa tecnologia é necessária uma quantidade menor de painéis para atender à necessidade energética de um imóvel. Alguns acreditam que com essa tecnologia em breve veremos casas totalmente autônomas em sentido energético.

Ela pode ajudar a reduzir consideravelmente o custo da energia, ampliando o acesso e até o desenvolvimento tecnológico.

Comunicações

Outra característica do material está relacionada à condutividade. O silício negro pode contribuir para transmissão de dados mais eficiente, gerando uma redução no atraso de informações e processamento de dados.

Com essa tecnologia muitos acreditam que será possível compartilhar dados praticamente na velocidade da luz. As aplicações desta tecnologia no setor de comunicações podem ter impactos imensuráveis.

É por conta disso que algumas universidades estão investindo pesado em pesquisas para encontrar formas de desenvolvimento industrial para o silício negro.

Se gostou deste artigo sobre o silício negro e deseja conhecer outras inovações no universo da energia solar fotovoltaica, continue navegando pelo Nubb, você não vai se arrepender!

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *